Quem somos

ICVC-Quem-Somos-INBRASI

Criado em 2006, o Instituto Cultural Vasco Carmano (ICVC) é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), ou seja, é uma ONG que surgiu a partir da iniciativa privada, e possui uma chancela do Ministério da Justiça, porque desenvolve práticas sociais que auxiliam o poder público e a iniciativa privada. O ICVC surgiu a partir de um grupo de artistas da produtora “Criando Idéias e Produções”, uma empresa privada. A função do Instituto é ser parceiro do poder público e da iniciativa privada em ações de treinamento e incentivo a cultura, por meio do teatro.

Na prática, O ICVC trabalha junto ao poder público como prestador de serviço, porque possui a credibilidade e idoneidade conferida pelo Ministério da Justiça. Junto a iniciativa privada, o Instituto auxilia as empresas no desenvolvimento indireto de ações sociais, isto é, o ICVC promove junto ao campo empresarial ações que estimulam e incentivam atividades locais que ela desenvolve. Por meio de ações artísticas contundentes, com projetos como TransformArte, Pólen, Contadores de Histórias entre outros, a Organização potencializa significativas melhorias no relacionamento entre as pessoas e o meio ambiente, ao realizar espetáculos, performances e intervenções teatrais junto às comunidades, empresas e cidadãos, indistintamente. o ICVC desenvolve preparação vocal e corporal, aulas de interpretação, que resultam em inúmeros desdobramentos sociais e propicia às pessoas o afloramento de suas habilidades artísticas, e a inserção social. Sempre procurando fazer parcerias com os poder público, iniciativa privada e o terceiro setor, que visam aprimorar o trabalho desenvolvido aqui.

Presidente de Honra

Regina Conceição Assunção Gonçalves

 

Presidente

Cláudia Maria Gonçalves

 

Diretor Administrativo Financeiro

Alexandre Camilo

 

Conselho Fiscal Titular

Maria Salete dos Santos e Simone Cristina Gonçalves

 

Atendimento em Projetos

Rodrigo Andrade

Memórias

ICVC: Acervo

O Instituto Cultural Vasco Carmano tem um acervo e incentiva uma pesquisa sobre a história portuguesa, que consiste em arquivar gravações sonoras de depoimentos, material fotográfico, vídeos-documentários, enfim, todo e qualquer tipo de registro da vida e das lembranças dos imigrantes portugueses, assim como a culinária, seus hábitos e costumes.

O material coletado é arquivado e disponível para consultas de pesquisadores, estudantes e ao público em geral. O projeto está baseado em três categorias de pesquisa:

Cultura – aborda o rancho folclórico, a gravação de documentário sobre as bordadeiras do Morro São Bento e a exposição fotográfica sobre temas culturais;

Religiosidade – Portugueses tem uma grande ligação dos portugueses com a religiosidade, através de suas tradições e festas;

Vasco Carmano, o homem e seu tempo – amigos, personalidades e contemporâneas de Vasco Carmano relembram fatos e trazem um panorama social e político a partir da década de quarenta.

 

Somos OSCIP

Recebemos no dia 16 de abril de 2007 o nosso título oficial de OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. Estamos muito felizes com essa conquista e tomamos a liberdade de agradecer a todos que nos ajudaram nesse longo e árduo processo, nosso muito obrigada a Rita Boccatto, Vilson Ceroni, as membros do Instituto Cláudia Maria, Simone Cristina, Eduardo Frkini e a presidente Regina Conceição. Agora sim vamos em frente por lei e por paixão servir ao nosso propósito.

ICVC-Regina-Fernando-Manuel-INBRASI

Na segunda-feira, 4 de Junho de 2007, nossa presidente de honra Regina Conceição juntamente com Alexandre Camilo encontraram-se com o cônsul responsável pelo Consulado de Portugal em Santos, Fernando Manuel de Gouveia Araújo. Alexandre Camilo informou que abraçar o cônsul Fernando Araújo foi como abraçar um país. A visita ao consulado foi marcada por um sentimento de amizade e paixão por duas nações, e o primeiro contato pessoal entre o ICVC e um braço do governo Português no Brasil. O cônsul já havia sido informado da existência do Instituto Cultural via ofício e a conversa girou em torno da história de Vasco Carmano e suas muitas ações sociais e pela oportunidade de informar a Portugal da existência de mais uma casa portuguesa em Santos. O ICVC foi presenteado com uma linda bandeira portuguesa e o sempre atencioso Araújo que está de viagem marcada a Lisboa levará consigo o material informativo do Instituto para o fazer conhecido pelas autoridades competentes de Portugal. O nosso muito obrigado ao Consul por nos receber tão carinhosamente, e o esperamos em nosso Instituto para tomar um Porto de honra.

ICVC-Vasco-Carmano-2-INBRASI

 

VASCO CARMANO: Um homem com um propósito

Impossível não falar sobre a pessoa que inspirou o Instituto Cultural Vasco Carmano e nas grandes realizações que este homem realizou enquanto esteve vivo. Vasco Carmano Gonçalves nasceu no dia 28 de maio de 1933, em São Vicente, no estreito da Vargia, na Ilha da Madeira, em Portugal. Chegou ao Brasil com sete anos de idade, onde viveu até falecer, mas nunca se naturalizou brasileiro.

Vasco Carmano casou-se em 1964 com Regina Conceição e teve quatro filhos. Residente do Morro São Bento, prestou relevantes serviços à essa comunidade, graças ao seu incansável trabalho, unidos à sua capacidade de comunicação, expressão e liderança, conquistou para a população local transporte urbano, ampliação da escola, construção de um posto policial, comemoração de festas religiosas, entre outros benefícios.

Carmano foi um homem preocupado com questões sociais. Um homem notável que não esperava as coisas acontecerem, mas que lutava para que de fato alguma mudança ocorresse. Uma pessoa dividida por dois amores: sua pátria do coração, Brasil e sua pátria de certidão, Portugal.

Faleceu precocemente em 1980, causando grande comoção e mobilização em Santos. Sete dias após sua morte, o Largo São Bento foi rebatizado por decisão unânime dos vereadores de Santos como Largo Vasco Carmano Gonçalves.

Vinte e seis anos após sua morte, Vasco ganha um Instituto Cultural que leva seu nome e que busca perpetuar a sua memória e trabalho na sociedade. A entidade é uma homenagem a esse grande ser humano, que foi capaz de amar e unir seus dois amores em favor da população santista e uma forma de continuar o seu trabalho, unindo duas culturas tão ricas e dando apoio à população.

© 2019 – ICVC. Todos os direitos reservados